A importância da manutenção preventiva da bomba pneumática de diafragma

Além de altamente versáteis e completas, as bombas pneumáticas de diafragma são muito simples, desde a sua instalação até a utilização no dia a dia. São equipamentos poderosos que entregam uma grande produtividade, principalmente se comparados com outras soluções de bombas de deslocamento positivo.

As bombas pneumáticas de diafragma podem lidar com uma ampla gama de materiais e fluidos, além de não precisarem de energia elétrica para funcionar. Além disso, elas podem funcionar a seco e são sensíveis ao cisalhamento, o que é uma grande vantagem no manuseio de fluidos que podem perder suas propriedades quando danificados. Tudo isso com um preço de compra inicial acessível e sem a necessidade de controles caros e sofisticados.

Assim como a sua utilização, a manutenção dessas bombas também é consideravelmente simples. Contudo, para aumentar a sua vida útil e garantir o seu funcionamento adequado, é muito importante realizar a manutenção preventiva. Isso é possível através de algumas etapas essenciais, como:

Conhecer bem a sua bomba

Em geral, as bombas pneumáticas de diafragma são de composição bastante simples, e conhecer bem o seu equipamento pode ajudar muito a criar um cronograma eficiente de manutenção. Esse planejamento deve incluir:

 

• Exame periódico do diafragma a fim de buscar possíveis desgaste (um contador de curso pode ajudar);

• Verificação do aperto do hardware da bomba para prevenir vazamentos e localizar vedações danificadas. Embora seja muito resistente, a estrutura da bomba pode acabar se soltando por conta da vibração contínua e das mudanças de temperatura.

Garanta um suprimento de ar limpo

A bomba pneumática de diafragma só precisa de ar comprimido pra funcionar, mas esse ar deve estar livre de impurezas. Isso porque o sistema de distribuição de ar é uma das peças mais danificadas da bomba. Para ajudar a manter a qualidade do ar, você pode instalar um filtro ou regulador de ar que poderá impedir a passagem de resíduos e a entrada de ar úmido na bomba.

Controlar o suprimento de ar

A pressão do ar também pode interferir negativamente no desempenho da sua bomba pneumática de diafragma. A velocidade de operação está diretamente ligada à pressão de ar recebida, porém não adianta elevar o fluxo acima da capacidade da bomba. Se ela receber mais pressão do que é realmente necessário, a bomba vai funcionar muito rapidamente e será ineficiente.

Para evitar esse problema, contar com um regulador de ar pode ser a melhor solução. Essa ferramenta ajuda a garantir que a bomba receba o suprimento de ar adequado para o seu funcionamento.

O controlador de nível de fluido também pode ajudar a garantir o funcionamento correto da bomba, principalmente em reservatórios de água e produtos químicos.

Inspecionar as linhas de bomba periodicamente

Uma vez que as bombas pneumáticas de diafragma conseguem lidar com uma ampla gama de fluidos, elas podem ser utilizadas em diversas indústrias e aplicações. Por mais versátil que seja a bomba, é importante saber que imprevistos acontecem, principalmente no tratamento de águas e na indústria de mineração.

Por conta do fluxo de detritos, é comum que sólidos maiores acabem presos e impedindo o fluxo adequado da bomba. Dessa forma, a inspeção constante das linhas de bomba ajuda a identificar possíveis bloqueios e manter o funcionamento adequado dos equipamentos.

Instalar um supressor de picos

Essa ferramenta ajuda a eliminar a pulsação indesejável durante o bombeamento, além de fornecer um fluxo de descarga praticamente livre de pulso. Com isso, a bomba consegue operar com uma pressão constante, menor vibração e ruído, desgastando menos o sistema de tubulação.

Identificar e controlar os vazamentos

Empresas que lidam com fluidos, principalmente de resíduos perigosos, temem vazamentos mais do que qualquer outro tipo de problema técnico. Toda a operação pode ser interrompida, há derramamento de fluído, há risco de exposição, multas, e muitos outros problemas. Através de um protocolo de manutenção preventiva, os vazamentos podem ser identificados antes de causar algum tipo de dano. Nesse caso, além da inspeção técnica, também é possível contar com um detector eletrônico de vazamento.

Bombas pneumáticas de diafragma em aplicações de transferência químicaBombas pneumáticas de diafragma na indústria alimentícia