Dicas fáceis de resolução de problemas das bombas pneumáticas de diafragma - Parte 2: Defeitos de Sucção

Dicas fáceis de resolução de problemas das bombas pneumáticas de diafragma -Parte 2: Defeitos de Sucção

 

Embora sejam ferramentas muito práticas e eficientes, problemas acontecem, e as bombas pneumáticas de diafragma podem apresentar algum problema de funcionamento. No artigo anterior tratamos dos vazamentos, com diversas dicas de resolução e possíveis causas. Para te ajudar ainda mais, preparamos a parte 2, abordando os defeitos de sucção das bombas pneumáticas de diafragma.

 

Conhecendo bem os componentes, fica muito fácil resolver a maior parte dos problemas que acontecem e reestabelecer o funcionamento da bomba em pouco tempo. Se a sua bomba está apresentando problemas, confira esse material e descubra como solucionar!

 

Defeitos de sucção em bombas pneumáticas de diafragma 

 

Antes de mais nada, é imprescindível que a bomba escolhida seja adequada à aplicação que você deseja. Dessa forma, antes de adquirir uma bomba pneumática de diafragma, certifique-se de que é o equipamento ideal para a função, considerando o tamanho, e principalmente, a pressão operacional máxima.

Para evitar problemas de sucção, verifique os seguintes aspectos da sua bomba:

 

  • Tamanho da linha;
  • Pressão da cabeça;
  • Nível de fluido.

 

Principais problemas de sucção e suas respectivas soluções 

 

  • Linha de sucção interrompida: esse tipo de problema pode ser causado por detritos e partículas que se acumulam. Para resolver esse problema, você pode verificar periodicamente o lado de sucção da bomba e remover possíveis partículas acumuladas.

 

  • Sucção inundada: quando a bomba está sob pressão excessivas, as válvulas de retenção ficam abertas, causando um desgaste das esferas. Dessa forma, elas perdem qualidade e não conseguem se encaixar corretamente. Esse problema pode ser resolvido garantindo que a bomba opere com o nível ideal (acima da bomba).

 

  • Diafragma esticado ou dilatado: esse defeito pode ser causado pelo desequilíbrio de ar ou de fluido, NPSH muito alto, e questões semelhantes, gerando um dano prematuro à estrutura do diafragma. Para resolver, você pode alocar a bomba no mesmo nível do tanque que está sendo drenado, ou utilizar um dispositivo de contrapressão.

 

 

Além disso, é muito importante garantir que as válvulas estejam corretamente instaladas, os materiais corretos sejam utilizados, e as especificações fornecidas pelo fabricante sejam seguidas corretamente. Consultar a lista de compatibilidade de materiais também é primordial, e deve ser feito antes mesmo de adquirir uma bomba pneumática de diafragma.

Conte sempre com a Duplação, seu fornecedor confiável para bombas pneumáticas.  Entre em contato pelo telefone (48) 3438-8484 ou e-mail vendas@duplacao.com.br e fale com nossos especialistas.