Bombas pneumáticas de diafragma em aplicações de transferência química

Quando se trata de transferência química, a segurança é imprescindível, tanto para a proteção da integridade física dos trabalhadores, quanto para a prevenção de acidentes. Como existem inúmeros produtos químicos, desde produtos de uso doméstico, até componentes perigosos, é importante escolher a bomba ideal para esse tipo de aplicação.

Nesse sentido, as bombas pneumáticas de diafragma possuem a capacidade de lidar com uma ampla gama de produtos químicos com segurança e versatilidade. Por conta da sua versatilidade, as bombas são excelentes opções para quem busca realizar transferências químicas de forma segura. Para te ajudar, preparamos algumas vantagens que essas bombas garantem para esse tipo de operação. Confira!

Construção sem vazamentos

Vazamentos são sempre um problema, e se envolvem produtos químicos, esse problema é ainda maior. Para evitar, as bombas pneumáticas de diafragma estão disponíveis em designs aparafusados e que não permitem vazamentos, de forma a garantir que o produto químico bombeado seja contido com segurança dentro da bomba. Além disso, para garantir uma camada extra de segurança, a exaustão de ar pode ser canalizada para um local de contenção longe do ambiente dos trabalhadores.

Bloqueio seguro

Dependendo do tipo de fluido que está sendo bombeado, pode ser necessário contar com um mecanismo de segurança para bloquear a operação. As bombas pneumáticas de diafragma podem ser bloqueadas sem causar nenhum tipo de prejuízo à bomba ou ao produto. Elas são uma excelente opção para aplicações que são intermitentes.

Não gera calor e não precisam de eletricidade para funcionar

Além de não produzirem calor durante a sua operação, essas bombas não requerem eletricidade para funcionar e podem ser aterradas para operação segura e confiável em ambientes com risco de explosão. No bombeamento de produtos inflamáveis e na operação em ambientes com gases, esse aspecto é fundamental.

Funcionamento a seco

A maior parte das bombas de deslocamento positivo pode sofrer algum tipo de dano no caso de uma operação a seco. As bombas pneumáticas de diafragma não são danificadas quando funcionam a seco, como acontece no bombeamento em reservatórios químicos, descarga de tanques, etc.

Alta resistência química

Por existirem opções de bombas em diversos materiais, é possível encontrar bombas pneumáticas de diafragma compatíveis com diversos tipos de produtos químicos, por esse motivo, sempre haverá uma opção para a atender às suas necessidades.

Suportam uma ampla faixa de temperaturas

Esse equipamento pode suportar uma ampla faixa de temperaturas, bombeando fluidos frios (consulte a fábrica ao bombear fluidos abaixo de zero graus) e fluidos até 104°C. Para maiores temperaturas, consulte a fábrica para obter orientação.
Dica: para encontrar as classificações químicas e de temperatura, consulte os guias de resistência química oferecidos pelos fabricantes de bombas pneumáticas de diafragma. Nesses guias você também consegue verificar os materiais de composição da bomba, as vedações e os diafragmas utilizados.

Consegue lidar com sólidos e são sensíveis ao cisalhamento

Na maior parte dos casos, as unidades de válvula de esfera padrão podem lidar com sólidos de até ¾” (19 mm). Isso é especialmente relevante em reservatórios químicos, que podem receber todos os tipos de resíduos que podem desligar ou causar danos em outros tipos de bombas. Além disso, por não apresentarem componentes giratórios, as bombas pneumáticas de diafragma são muito sensíveis ao cisalhamento dos produtos que estão sendo bombeados. Isso é essencial para muitos produtos químicos que podem sofrer algum tipo de prejuízo se separados ou cortados.

São autoescorvantes

Essas bombas são autoescorvantes e não necessitam de pressão de entrada positiva (NPSHA) para escorvar. Eles podem puxar uma altura de sucção de até 9,8 metros, ou ser colocadas no chão ao lado de um tanque e operar bem sem pressão de entrada ou pressão de entrada positiva de até 3,0 metros. Se a pressão de entrada for superior a 10′, é necessário consultar a fábrica para obter melhores orientações.

São portáteis

Bombas pneumáticas de diafragma podem ser facilmente deslocadas e requerem apenas uma fonte de ar comprimido para operar. Alguns usuários optam por bombas montadas em carrinhos, o que garante uma maior mobilidade e versatilidade para várias aplicações. Uma única bomba pode ser facilmente usada para diferentes trabalhos, de acordo com as necessidades da empresa.

Com isso, as bombas pneumáticas não precisam ser fixadas permanentemente em uma única instalação, e não precisam de uma fonte de energia elétrica. Com mangueiras de sucção/descarga e um suprimento de ar, você pode simplesmente colocar a bomba no chão e começar a executar a atividade. Algumas plantas até usam bombas pneumáticas como substitutas de outras tecnologias de bombeamento enquanto passam por manutenção.

Quando for necessário mover uma bomba para realizar uma nova tarefa, certifique-se de limpar a bomba antes de iniciar no próximo local, principalmente se estiver bombeando produtos químicos diferentes. Certifique-se também de que a bomba foi projetada para todos os diferentes produtos químicos que estão sendo bombeados, para evitar possíveis incompatibilidades (tabela de compatibilidade química). Para otimizar a sua operação, a padronização de um conjunto de materiais para todos os produtos químicos bombeados é imprescindível.

Permite pressões e vazões variáveis

Compativeis com taxas de fluxo de até 280 gpm (1.060 lpm), as bombas pneumáticas de diafragma fornecem uma ampla variedade de fluxos sem a necessidade de controles caros e sofisticados. As bombas pneumáticas e construção padrão têm proporção de 1:1 e podem produzir pressões de até 125 psi (8,6 bar). Bombas de alta pressão com proporção de 2:1 podem produzir pressões de até 240 psi (16,5 bar).

Consegue lidar com uma ampla faixa de viscosidades

Produtos químicos diferentes podem apresentar viscosidades diferentes, e é importante contar com uma bomba eficiente que consiga transportar esses produtos. As bombas pneumáticas de diafragma têm a capacidade de lidar com praticamente qualquer fluido e com uma ampla gama de viscosidades.

Fácil instalação e custo inicial baixo

Não é necessário realizar alinhamento a laser e não é preciso adquirir controles sofisticados para garantir a operação eficiente de uma bomba pneumática de diafragma, bastando contar com um suprimento de ar comprimido para tal. O controle pode ser feito com uma válvula na descarga do fluido ou controlando a entrada de ar na bomba. Dessa forma, essas bombas são a solução mais simples e versátil do mercado atualmente.

Na maioria dos casos, as bombas pneumáticas de diafragma possuem um custo consideravelmente inferior se comparado com outras soluções de bombas de deslocamento positivo. Além disso, elas não exigem motores caros, controles ou a necessidade de instalação especializada.

Qual o custo médio do ciclo de vida de uma bomba pneumática de diafragmaA importância da manutenção preventiva da bomba pneumática de diafragma