TABELA DE COMPATIBILIDADE QUÍMICA COM POLIESTER

Quais produtos são compatíveis e oferecem resistência química com Poliester?

 

Produto químicoPoliéster
60 o F (15 o C)150 o F (66 o C)
Ácido acético 0-25% (vinagre)Rmáximo 125
Ácido acético 25-50%RNR
Álcool – ButilNRNR
Álcool – Isopropílicomáximo 150
Álcool – Isopropil 100%NRNR
Álcool – Butil SecundárioNRNR
Alúmen (sulfato de alumínio)RR
Cloreto de AlumínioRmáximo 120
Sulfato de potássio de alumínioRR
Bicarbonato de amônioRNR
Hidróxido de Amônio 5%RNR
Hidróxido de Amônio 10%NRNR
Hidróxido de Amônio 20%NRNR
Nitrato de amônioRR
Persulfato de AmônioNRNR
Fosfato de AmônioNRNR
Sulfato de amôniaRR
Acetato de BárioNRNR
Carbonato de BárioRNR
Cloreto de BárioRmáximo 200
Sulfato de BárioRR
Sulfeto de BárioNRNR
CervejaRNR
Ácido benzóicoRNR
Álcool benzílicoNRNR
ButilenoglicolRR
Ácido butírico 0-50%RNR
Cloreto de CádmioRNR
Bissulfato de CálcioRR
Carbonato de cálcioRNR
Clorato de CálcioRR
Cloreto de cálcioRR
Hidróxido de cálcioRNR
Hipoclorito de CálcioRNR
Nitrato de cálcioRR
Sulfato de CalcioRR
Sulfito de CálcioRR
Ácido caprílicoRNR
Dióxido de carbonoRR
Monóxido de carbonoRR
Ácido carbónicoRR
Dióxido de Cloro/ArRNR
Cloro – Gás SecoRNR
Cloro, Gás ÚmidoNRNR
Água com CloroNRNR
Ácido Cloroacético 0-50%NRNR
Sulfato de cromoRR
Ácido CítricoRR
Óleo de côcoRNR
Cloreto de CobreRR
Cianeto de CobreNRNR
Fluoreto de CobreNRNR
Nitrato de CobreRR
Sulfato de cobreRR
Óleo de milhoRNR
Pasta de Amido de MilhoRNR
Açúcar de MilhoRNR
Óleo de semente de algodãoRNR
Petróleo Bruto, AzedoRNR
Petróleo Bruto, DoceRNR
CiclohexanoRNR
Fosfato de Di-AmônioNRNR
Éter dibutílicoNRNR
Combustível dieselRNR
DietilenoglicolRNR
Dimentil FtalatoNRNR
DioctiloftalatoNRNR
DipropilenoglicolRNR
EtilenoglicolRR
Ácidos graxosRR
Cloreto férricoRR
Nitrato férricoRR
Sulfato FérricoRR
Cloreto FerrosoRR
Nitrato FerrosoRR
Sulfato FerrosoRR
Ácido Fluobórico 10%NRNR
Ácido Fluossilícico 0-20%NRNR
FormaldeídoRNR
Ácido fórmico 10%RNR
Óleo combustívelRNR
Gás, NaturalRNR
gasolina, automóvelRNR
Aviação a GasolinaRNR
Gasolina, EtilRNR
Gasolina, AzedoRNR
Glicônico, ÁcidoRNR
GlicoseRR
GlicerinaRR
Glicol – PropilenoRR
Ácido Glicólico 70%RNR
HeptanosRNR
HexanoRNR
HexalenoglicolRR
Fluido hidraulicoRNR
Ácido bromídrico 0-25%RNR
Ácido cianídricoRNR
Ácido hidrofluosilícico 10%NRNR
Cloreto de hidrogênio, gás úmidoNRNR
Fluoreto de Hidrogênio, VaporRmáximo 95
Peróxido de Hidrogênio 35%Rmáximo 120
Sulfeto de Hidrogênio SecoRmáximo 250
Ácido hipocloroso 0-10%Rmáx. 104
Palmitato de IsopropiloRmáximo 180
QueroseneRmáximo 120
Ácido láticoRmáximo 200
Acetato de chumboRmáximo 160
Carbonato de MagnésioRmáximo 160
Cloreto de magnésioRmáximo 220
Nitrato de MagnésioRmáximo 160
Sulfato de magnésioRmáximo 200
Cloreto de MercúrioRmáx. 212
Cloreto MercurosoRmáx. 212
Óleos mineraisRmáximo 180
NaftaRR
NaftalenoRNR
Cloreto de NíquelRNR
Nitrato de NíquelRR
Sulfato de NíquelRR
Ácido Nítrico 0-5%RR
Ácido OctanóicoRNR
Petróleo, Cru AzedoRR
Petróleo, doce brutoRR
Ácido oleicoRR
AzeiteRR
Ácido oxálicoRR
Ácido fosfóricoRR
Fumos de Ácido FosfóricoRR
Pentóxido de FósforoRR
Ácido FtálicoRR
Ácidos de DecapagemRR
Ácido Pícrico, AlcoólicoRR
Látex de acetato de polivinilaRNR
Álcool polivinílicoRNR
Sulfato de potássio e alumínioRmáx. 170
bicarbonato de potássioRNR
Carbonato de potássioRNR
Cloreto de PotássioRR
Ferrocianeto de potássioRR
Nitrato de potássioRR
Permanganato de potássioRNR
Persulfato de potássioRNR
Sulfato de PotássioRR
Efluente da Fábrica de Papel CeluloseRNR
PiridinaNRNR
Nitrato de prataRR
SabonetesRNR
acetato de sódioRNR
Benzoato de SódioRNR
Bifluoreto de SódioRNR
Bissulfato de SódioRR
Bissulfito de SódioRR
Brometo de SódioRR
Carbonato de Sódio 0-25%RNR
Clorato de SódioRNR
Cloreto de SódioRNR
Clorito de Sódio 25%RNR
Cianeto de sódioRNR
Dicromato de SódioRR
Di-fosfato de sódioRR
Ferricianeto de SódioRR
Hidróxido de sódio 0-5%RR
Hidrossulfeto de sódioRNR
Hipoclorito de sódioRNR
Lauril Sulfato de SódioRR
Mono-fosfato de sódioRR
Nitrato de SódioRR
Silicato de SódioRNR
Sulfato de sódioRR
Sulfeto de SódioRNR
Sulfito de SódioRNR
Tetraborato de SódioRR
Tiossulfato de sódioRNR
Tripolifosfato de sódioRNR
Xileno Sulfonato de SódioRNR
Soluções de sódioRNR
Petróleo Bruto de SódioRR
Óleo de sojaRR
Cloreto EstanicoRR
Cloreto EstanosoRR
Ácido esteáricoRR
Açúcar, Beterraba e Licor de CanaRNR
Açúcar, SacaroseRR
Ácido SulfâmicoRNR
Detergentes SulfatadosRNR
Ácido sulfúrico 0-30%RR
Ácido sulfúrico 30-50%NRNR
Ácido sulfúrico 30-50%NRNR
Ácido sulfúrico 50-70%Rmáximo 150
Ácido Sulfuroso 10%NRNR
Ácido SuperfosfóricoRNR
Petróleo AltoRNR
Ácido tânicoRNR
Ácido tartáricoRR
ToluenoNRNR
Ácido Tricloroacético 50%RNR
Tridecilbenzeno SulfonatoRNR
Fosfato trissódicoRNR
UreiaRNR
Óleos vegetaisRR
VinagreRR
Água – DeionizadaRR
Água – DesmineralizadaRR
Água – DestiladaRR
Água – FrescaRR
Água – SalRR
Água – MarRR
Licor Branco – Moinho de CeluloseRNR
XilenoNRNR
Clorato de ZincoRR
Nitrato de ZincoRR
Sulfato de ZincoRR

 

  • R – Resistente
  • NR – Não Resistente
  • max * – Resistente até * o F) 

 

CUIDADO: Variações no comportamento químico durante o manuseio devido a fatores como temperatura, pressão e concentrações podem causar falhas no equipamento, mesmo que ele tenha passado no teste inicial.

OBSERVAÇÕES: AS INFORMAÇÕES NESTA TABELA FORAM FORNECIDAS POR FONTES RESPEITÁVEIS E DEVEM SER USADAS SOMENTE COMO UM GUIA NA SELEÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA COMPATIBILIDADE QUÍMICA. SEMPRE TESTE SEU EQUIPAMENTO SOB AS CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE SUA APLICAÇÃO ANTES DA INSTALAÇÃO PERMANENTE.
AS CLASSIFICAÇÕES DO COMPORTAMENTO QUÍMICO LISTADAS NESTA TABELA SE APLICAM A UM PERÍODO DE EXPOSIÇÃO DE 48 HORAS. NÃO TEMOS CONHECIMENTO DOS POSSÍVEIS EFEITOS ALÉM DESSE PERÍODO. NÃO GARANTIMOS (NEM EXPRESSOS, NEM IMPLÍCITOS) QUE AS INFORMAÇÕES NESTA TABELA SEJAM PRECISAS OU COMPLETAS OU QUE QUALQUER MATERIAL SEJA ADEQUADO PARA QUALQUER FINALIDADE.

Clique aqui e conheça mais sobre as peças de reposição para bombas de duplo diafragma pneumática.

 

Calculando a taxa de fluxo da bomba pneumática de diafragma