5 fatores essenciais para considerar ao escolher uma bomba pneumática de diafragma

5 fatores essenciais para considerar ao escolher uma bomba pneumática de diafragma

 

A bomba pneumática de diafragma é utilizada para transportar diversos tipos de fluido em indústrias químicas, alimentícia, farmacêutica, entre outras. Embora seja um equipamento muito versátil, o processo de escolha deve levar em conta alguns fatores muito relevantes, que devem ser considerados de acordo com as necessidades da indústria:

 

  • Tipo de fluido;
  • Viscosidade do fluido;
  • Quociente de vazão;
  • Pressão;

 

 

Veja a seguir como cada um desses fatores pode influenciar na escolha da melhor bomba pneumática de diafragma:

 

Tipo de Fluido

 

Esse é o primeiro aspecto que deve ser considerado no processo de escolha, principalmente no caso de materiais inflamáveis e corrosivos. Diferentemente do que se pensa, essa decisão vai muito além de optar por uma bomba de plástico ou de metal, por esse motivo, é imprescindível consultar uma tabela de compatibilidade química antes de fazer a sua escolha.

 

Essa tabela contem informações detalhadas sobre a composição dos fluídos e a sua respectiva compatibilidade química com os materiais utilizados na confecção das bombas pneumáticas de diafragma.

 

Além dos aspectos relativos à composição, também é importante se atentar à algumas nuances relacionadas à segurança durante a manipulação de determinados fluidos.

Por exemplo: as bombas que são utilizadas na indústria alimentícia ou de bebidas, devem ser especificas para esse tipo de fluido, e as bombas que manipulam fluídos inflamáveis precisam ser aterradas.

 

Viscosidade do fluído

 

Assim como a composição química, a viscosidade é um fator determinante no processo de escolha de uma bomba pneumática de diafragma. Esse tipo de equipamento realiza o transporte e a manipulação dos fluídos de forma delicada, sem prejudicar a sua estrutura. Dessa forma, a viscosidade está diretamente relacionada com o tamanho da bomba que será aplicada.

 

Para isso, você pode consultar a curva de correção de viscosidade para determinar qual o melhor modelo para as suas necessidades. Dessa forma, o fluído será transportado através de um tubo com o tamanho ideal para manter a sua estrutura e não prejudicar a sua qualidade.

 

Taxa de Fluxo

 

A eficiência da bomba pneumática de diafragma está diretamente relacionada com o fator vazão X tamanho da bomba. Por essa razão, o dimensionamento e a taxa de fluxo devem ser considerados durante o processo de escolha da bomba ideal para as suas necessidades. Lembrando que a vazão pode ser facilmente controlada com a ajuda de um regulador na entrada de ar da bomba, o que nem sempre é possível com outros tipos de bomba.

 

Pressão de ar comprimido

 

Por possuírem uma proporção de um para um, a pressão a qual a bomba pneumática de diafragma é um fator determinante na escolha desse equipamento. Isso quer dizer que a pressão que é aplicada, é a pressão máxima a ser alcançada na descarga.

 

Temperatura

 

Alguns fluidos podem ser manipulados à altas temperaturas, e isso deve ser considerado, assim como a compatibilidade química. A variação da temperatura está relacionada à vida útil da bomba, e é muito importante considerar esse aspecto. Os elastômeros presentes nos diafragmas, vedações e esferas de válvula, são componentes que ajudam a bomba a lidar com essas variações.

 

Por conta dos diferentes materiais utilizados na confecção das bombas, não se esqueça de avaliar a compatibilidade térmica durante a escolha do melhor produto para a sua demanda.

 

 

Conte sempre com a Duplação, seu fornecedor confiável para bombas pneumáticas.  Entre em contato pelo telefone (48) 3438-8484 ou e-mail vendas@duplacao.com.br e fale com nossos especialistas.